10 Efeitos da Ansiedade em nosso Corpo

O stress, também chamado de ansiedade , é uma resposta do nosso organismo contra o que nos rodeia, o que pensamos. 10 Efeitos da Ansiedade.
Um fato estressante não é necessariamente algo negativo. Uma situação estressante, você fará com que nosso corpo e nossa mente se movimente para resolver aquilo que nos ameaça. Por exemplo, se eu estou jogando futebol e vem um contrário para marcar meu gol, reajo rápido para tentar tirar a bola. Darei uma resposta de stress: tensarei meus músculos, acelerar a minha frequência cardíaca…

10 Efeitos da Ansiedade

10 Efeitos da Ansiedade

É útil a ansiedade?

Pois sim, é e muito. A ansiedade permite que as pessoas a resolver e agir em situações cotidianas. De fato é, em grande medida, uma emoção que nos ajudou a sobreviver como espécie. A ansiedade faz com que o nosso corpo reaja conseguindo que estejamos alerta. Faz com que o coração esteja preparado para alimentar os músculos, faz com que estejamos preparados para usar todos os nossos recursos com o fim de resolver a situação que se nos apresenta.

A ansiedade faz com que o nosso corpo reaja conseguindo que estejamos alerta

Quando a ansiedade se cronifica ocorrem episódios muito intensos, com freqüência pode acabar definindo diferentes transtornos de ansiedade: transtorno obsessivo-compulsivo , transtorno de ansiedade generalizada , fobias , stress pós-traumático e crise de ansiedade, ataques de pânico, O organismo gera uma série de reações físicas, produto da ansiedade, que têm o objetivo de garantir a sobrevivência da pessoa.
É curioso que o corpo e a mente humana não tenham podido evoluir muito desde o aparecimento dos primeiros homens. A realidade é que como reagimos diante de um tigre que vai nos atacar que, antes de um exame. O problema surge quando o corpo responde do mesmo modo diante de um exame que, perante o ataque de um leão e não somos capazes de entender o que é que nos está acontecendo.

O top 10 efeitos da ansiedade no corpo

Vejamos os 10 efeitos da ansiedade no corpo mais atraentes e interessantes. Para entender melhor o stress em geral, vamos nos colocar diante de uma situação: vai nos atacar um leão. Isso pode nos servir para extrapolarlo às situações do dia-a-dia, e vai nos ajudar a entender o porquê das crises de ansiedade:

As pupilas

se dilatam para conseguir captar mais luz, e, talvez assim, ser capazes de perceber algum objeto que sirva para defender-se de ficar longe do perigo. Ter uma dilatação pupilar excessiva durante longos períodos de tempo, como resultado de um estado de alerta é mantido, produzirá uma fotofobia desconforto intenso nos olhos para ambientes iluminados. Além disso, podem produzir luzes” e dificuldades para se concentrar de forma adequada os objetos.

As glândulas salivares

reduzem a produção de saliva. Não nos esqueçamos de que a chave para o organismo é defender-se. Em momentos de alerta máximo, é fundamental cuidar do músculo, é quem nos salvará com maior probabilidade seja atacando, correndo… salivação humana pára porque guarda o líquido para suar. Deste modo se resfria o músculo e facilitará que faça a sua função de sobrevivência. Se as glândulas salivares deixam de funcionar, notaremos a boca seca.

As glândulas gastrointestinais

ocorre uma vasoconstrição e diminuição da secreção de sucos gástricos. Digamos que, se temos comido algo não é importante, depois de passada a turbulência, é prioritário sobreviver. Destinar-Se-ão todos os recursos para outros aspectos mais necessários. 10 Efeitos da Ansiedade

Aumento da transpiração:

as glândulas sudoríparas aumentam a quantidade de suor, como dissemos antes, para arrefecer o músculo e para entregar às mãos de lubrificação e proteção na hora de subirnos a uma árvore balançar algum objeto como defesa. Por esta razão, e pela dilatação dos poros para deixar escapar o calor, ocorrem os calafrios associados, muitas vezes, a ansiedade. 10 Efeitos da Ansiedade

Veias e artérias 10 Efeitos da Ansiedade

Em geral, todas as veias e artérias do nosso corpo com contraem para fazer circular mais rapidamente do sangue para os músculos. De facto, só a circulação nessa região do corpo se expande, levando alimento se há a necessidade de atacar para se defender. Alguns de dores de cabeça que são causadas por ansiedade têm a sua explicação na vasoconstrição, que pode chegar a ocorrer na cabeça. Nada grave, mas sim, muito irritante. O mesmo pode ser dito de alguns tipos de hipertensão arterial.

O coração

é o responsável pelo bombeamento de alimento para o músculo, ativa e bate com mais força e intensidade para obtê-lo. Ao mesmo tempo, as veias e artérias se preparam para conduzir a corrente de forma rápida, produzindo uma contração intensa na maioria das áreas do corpo menos, precisamente, nos músculos. Devido a estas reações ocorrem taquicardia e extrasístoles.

Os pulmões

têm de apresentar um elemento principal para o músculo, o oxigênio. Para obtê-lo, os brônquios se dilatam. Devido a este efeito, se tomamos muito oxigênio e não o consumimos, por não estar realmente diante de um perigo que demanda uma resposta muscular, a pessoa começa a hiperventilar. O excesso de oxigênio produz tontura e instabilidade , favorecendo pensamentos sobre desmaios e perda de consciência. Há que se destacar que realmente não faz falta respirar muito rápido para acabar hiperventilando, a dilatação do brônquio é suficiente para produzi-lo. Por esta razão, propõe-se como solução respirar em um saco: ao respirar o próprio dióxido de carbono durante alguns minutos se reduzem os níveis de oxigênio e os sintomas desaparecerem rapidamente. Além disso, devido a estas alterações dos pulmões contra a ansiedade são muitas vezes produzidos pressões no peito, facilmente asociables a outras causas, como a de estar a sofrer um que acrescentar que o excesso de oxigênio também favorece a sensação de desrealizacão e estranheza com relação ao que acontece ao redor. Eu recomendo que você dê uma olhada neste artigo, se este sintoma lhe é familiar.

O fígado

começa a liberar glicose para fornecer alimento ao músculo. Portanto, aumenta a concentração de açúcar no sangue.

Rim

tende a produzir menos urina pela mesma razão que as glândulas salivares se tornam mais lentos: economizar líquidos. Curiosamente a vez da bexiga costuma receber a ordem de esvaziamento e remover peso desnecessário. De facto, é frequente ver que diante de situações de ansiedade, como um exame, muitas pessoas visitam a casa de banho com frequência, mesmo que não tenham grande quantidade de urina acumulada.

O intestino

em função da predisposição individual tende a paralisar a digestão e eliminação dos alimentos. Podendo produzir espasmos na musculatura intestinal, acompanhados de possíveis dores.

Ansiedade pode ser perigoso para sua saúde

Assim, a ansiedade é uma resposta muito complexa e que pode ir acompanhada de inúmeros efeitos físicos e emocionais. A dificuldade para engolir , até a ocorrência de obsessões , existe uma infinidade de reações associadas a esta resposta do organismo. Para trabalhar as características e estratégias que são a causa da maior parte dos efeitos da ansiedade no corpo, lhe recomendo que leia o artigo: técnica de detecção e enfrentamento da conseqüência temida (DACT), este artigo e os que têm que ver com o DACT , podem ajudá-lo a compreender ainda melhor a conexão entre a mente e o corpo.

Conclusão

10 Efeitos da ansiedade no corpo. Como lhe parece interessante esta informação? Você se interessa por psicologia? Deixe-nos um comentário sobre os 10 efeitos da ansiedade em você em pessoas que conhece. Ajude a divulgar a psicologia. Partilhe este artigo nas redes sociais. Logo abaixo tem os ícones para fazê-lo. Obrigado!

Summary
10 Efeitos da Ansiedade em nosso Corpo [Impressionante]
Article Name
10 Efeitos da Ansiedade em nosso Corpo [Impressionante]
Description
O stress, também chamado de ansiedade, é uma resposta do nosso organismo contra que nos rodeia, que pensamos, veja 10 Efeitos da Ansiedade no nosso corpo.
Author
Publisher Name
Como Acabar com a insônia, Ansiedade e Depressão
Publisher Logo

Add Comment